Residência André Allix – Parte IV

frente-residencia

Bonjour, meu povo!

Este post é para mostrar um pouco mais da vida como ela é por aqui aos que um dia virão para a residência ou aos que quiserem agonizar ler um pouco.

Eu fiz um post sobre acomodações (clique aqui) falando sobre os tipos de acomodações existentes na França/em Lyon. Quando cheguei aqui fiz um post específico sobre a residência André Allix e falando sobre as instalações, com mapas, um pouco de história e opiniões pessoais, sem muitas informações sobre o dia-a-dia (clique aqui).

Bom, 3 meses se passaram que estou aqui… A residência tem um grupo fechado no facebook, o qual somente moradores têm acesso. Neste grupo, as pessoas abrem seus coraçõezinhos aflitos e revoltados sobre os problemas existentes na residência. Sim, isso é Europa e sim isso é residência estudantil, mas como todo lugar, país e edifício, também tem problemas (com uns e outros e com “Condôminos”).

Fazendo um resumo geral destes últimos 3 meses, a maioria das reclamações foram:

  1. Internet: Como eu mesma já falei aqui diversas vezes, uso a do meu celular porque nunca tenho internet e já cansei de reclamar no grupo também. Recentemente teve até abaixo assinado, incitação ao boicote do pagamento do aluguel etc;
  2. Água quente: Já estamos em dezembro e ainda há reclamações do Prédio H – que tem cozinha e banheiro compartilhados – que o chuveiro por vezes continua sem água quente.
  3. Aquecedor: Também não funciona às vezes, especialmente à noite. Já está fazendo -xº durante e o pessoal do meu prédio Arches D’Agrippa (menos) e do Prédio G reclamam que o aquecedor não funciona às vezes e eles faltam congelar. Eu ja não sofro mais por isso. Comprei um aquecedor no Darty por 15€ e vivo numa mini estufa.
  4. Máquina de lavar roupas: Gente, elas são da época em que Cabral era criança! Então estão sempre quebrando ou não secam direito ou não lavam direito… E um prédio de 5 andares com 50 apartamentos por andar ficar com 1 máquina de secar e 2 de lavar (falo pelo meu prédio, não sei quantas máquinas tem nos outros prédios), não preciso nem falar muito  da estapeação que é para lavar roupas toda semana, né?!
  5. Segurança: De caixa de correio e dormitórios. Às vezes tem reclamações de que abriram o correio do outro (nisso quando o carta chega), entraram no dormitório de um e pegaram dinheiro ou algo de valor etc. Eles avisam ao entregarem as chaves para sempre trancar seus quartos e tal porque as pessoas entram MESMO na maldade (sim, aqui não é O Fantástico mundo de Bobby, também tem loucos e pessoas maldosas, menos, mas tem). Na minha semana de provas eu estava tão cansada que esqueci a minha chave do lado de fora do meu quarto e dormi com a chave lá pendurada. Nada me aconteceu. Já fui algumas vezes à lavandaria e deixei a porta só fechada, sem trancar nem nada. Nada aconteceu também. Tem alguém aqui que também SEMPRE esquece a chave para fora, sério eu já passei umas 3x e vi a chave lá pendurada pra fora. Então aqui nesse prédio a incidência de falta de segurança é menor (só temos problemas com entrega de cartas), mas depois de ler esses relatos passei a me atentar um pouco mais.
  6. Asseio: Ah, esse sim. TODA SEMANA, pelo menos 2x, tem alguém soltando o verbo no grupo por causa de alguém, que não tem a menor noção de convívio em sociedade e com higiene, faz alguma porcalhada na cozinha… No corredor… Ou no banheiro. Isso geralmente ocorre nos Prédios G, H e K. Mas já encontrei lixo do muito fedido esquecido da escadaria do meu prédio e ficou lá por dias!!!! Aí que ódio!

CUIDADO, cenas fortes a seguir!

Então como diria um queridíssimo professor de física que tive no ensino médio:

“Você menina, você garota, você mulher…”

Que está pensando em vir para a residência e não sabe muito bem como é e o que esperar, qual tipo de acomodação escolher… Dá um look com carinho nessas fotos abaixo e tire suas próprias conclusões. Ah, essas fotos foram tiradas diretamente do grupo do facebook e junto com elas tinham várias mensagens descontentes e desgostosas com a situação que achei melhor não mostrar essa parte. Bom, vamos lá!

PREDIO K

O menos pior primeiro…
Assim… Tem outras fotos piores mais para baixo.
Mas é “só” água a gente espera que seja no chão… hahahaha
Afinal, se vc passar aqueles paninhos antibactericidas que tiram e matam 99,9% de tudo depois de cozinhar, significa 99,9% de tudo mesmo, você também, mas sua mão cai antes! #unbelievable

PRÉDIO G

Já fui bem irônica nas fotos menos fortes… Vai ficando pior, vou ficando mais séria hahaha  Mas tá aí. O saco de lixo de alguém largado no meio do caminho, sabe-se lá a quanto tempo.
Tanto no prédio G, H e K a cozinha são compartilhados e aí às vezes ficam assim, como já mostrei lá em cima no Prédio K…
Uns e outros devem achar que as coisas se limpam sozinhas, não é possível! A revolta se manifestando aqui…
Tem a moça da limpeza nos prédios, mas já disseram que a obrigação delas não é limpar a bagunça dos outros, mas varrer e limpar as áreas comuns (mas banheiro não tem jeito -eu realmente espero pelos meus amigos que realmente haja uma limpeza profunda por lá) e varrer o chão. Se eu concordo ou não é outra história, mas se a função da mulher é varrer o chão, não, não cai a mão limpar o que você sujou.

PRÉDIO H

Pia da cozinha do 3º andar do prédio na semana passada… E pelo que li ficou assim alguns dias. E colaram até recadinho.
Dispensa maiores comentários. Duas imagens valem mais do que 2 mil palavras.
Alguém acho que ia fazer esse peixe, mas deve ter lembrado de algo MUITO importante de repente.. E o peixes ficaram lá por dias, abertos, esquecidos, no balde, na cozinha. Imaginam o “fudum” né?!

OUTROS – Banheiro

Tanto prédio como autoria desconhecida. Ainda sob investigação. As pessoas na verdade querem mais exprimir suas indignações no momento.

Bom, voilà, nesses 3 meses, fotos parecidas apareceram várias e várias vezes. Essas fotos foram postadas entre 17 de Novembro e 1 de Dezembro. Já deu para entender tanto a frenquência quanto a criatividade do povo em inovar nas formas de ser desasseado, né?!

Como disse, aqui no Arches D’Agrippa também tem sua própria cria de porcos. Porém, aqui é tudo individual, cada um tem sua cozinha, seu banheiro… E o que cada um faz porta adentro de seu cafofo dormitório, é problema de cada um. Então sofremos quase nada bem pouco com a imundice alheia, perto das pessoas que compartilham cozinha e/ou banheiro.

Aqui no meu prédio eu tenho me irritado mais por que coloquei um tapete na minha porta. Meu quarto, como já mostrei é de frente para o elevador. Acho que as pessoas antes de irem para seus quartos, param aqui, limpam os pés e entram nas suas casas, não é possivel! Eu saio, tapete limpinho pretinho e tal. Eu volto no fim do dia e tem galho, folha e pó no meu tapete. Eu fiquei o dia todo fora, como pode…?! Fico ENFURECIDA! Mas meu problema de folha e pó não é NADA perto dos outros.

Então,  antes de finalizar o post:
Diquinha da Bia: Pensem bem antes de fecharem o tipo de acomodação. Já disse e repito: às vezes o barato pode sair bem caro. Para mim, passar esse tipo de coisa também (como se já não bastasse todas as outras dificuldades de burocracia, idioma, aulas, falta de organização dos franceses em algumas coisas, visto etc…) ia ser um preço muito alto a pagar colocar mais isso na minha conta gástrica. Hahahaha
Eu não fui criada em um ambiente desse tipo e também não me ensinaram a suportar viver em um lugar com essas características, digamos assim. Não sou obrigada. Quando eu optei o meu tipo de acomodação foi pelo pouco que li a respeito na internet, ninguém nunca postou fotos, sou a pioneira! (hahaha) e acho justo deixar todo mundo o mais avisado possível para depois não ficar tendo chilique, sofrendo e falando que não sabia de nada disso. Eu pesquisei MUITO antes de vir e li as entrelinhas das pessoas. Eu também deixei muito por dizer, pois eu também não seria imparcial nos meus comentários e também não sofro muito do que mostrei na pele, mas as imagens de coisas que acontecem estão ali em cima e aí agora é com você.
Nos lugares que li (posts de 3/4 anos atrás), diziam que era difícil e às vezes não muito limpo, mas dava para viver. E realmente, alguns conseguem. Eu não conseguiria. Vai de cada um. Estão aí as imagens, procure blogs (que não são muitos) que falam sobre a residência e instalações, e veja o que melhor lhe convém. Eu sou muito feliz pagando um pouquinho mais e evitando pelo menos essa dor de cabeça, mas again, isso é uma questão muito pessoal. 😉

Vindo para cá, seja no prédio G, H K, D ou Arches, terão alguns quesitos de limpeza que vos causarão certa inquietação. Quem mora em prédio, vê o (a) moço (a) limpando tudo todo dia, ou quase todo dia, aqui não é bem assim… Barulho (as pessoas chegam gritando, não importa a hora do dia ou da noite), entre outras coisas que na minha opinião são diferentes, mas contornáveis. Fican ainda mais contornáveis quando você compara o preço com outras residências que também são estudantis (que certamente deve ter os mesmo problemas) e cobram 200€ , 300€ a mais.

Espero não ter chocado muito os leitores assíduos com os perrengues que passamos aqui e alertados os futuros moradores. =)
Apesar disso tudo, gosto muito daqui e vale muito a pena o aperto nosso de cada dia. Fazia tempo que não fazia um post longuíssimo né?!

Bisous à tous!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s