Annecy

hotel-catalpa-lac-annecy

Bonjour, meu povo!

<

p style=”text-align:justify;”>Meu post de hoje é para falar de uma viagem bate-volta que fiz até Annecy.
Ah, que cidade fofinha! Morri de amores!!!! Bom, para manter a tradição e organização, vou contar um pouco da história e depois falo dos pontos turísticos da cidade com algumas fotos.

I. INTRODUÇÃO

Annecy fica na região de Rhône-Alpes e é a capital do departamento da Alta Saboia (Haute-Savoie) e faz fronteira com a Itália e a Suiça. Tem um lago enorme (Lac d’Annecy), o qual para dar a volta nele é necessário percorrer 40km. Um dos nomes dados à cidade é Veneza dos Alpes, pois há as mesmas características de Veneza, ela tem rios que cortam partes da cidade. Tanto é, que eles também têm a tradição de comemorar o carnaval ao estilo Veneziano (com roupas antigas e mascarados).

II. HISTÓRIA

Annecy possui uma história rica e mais antiga que a maioria das cidades dos Alpes franceses. Há vestígios de vilas na região na época da Idade da Pedra Polida, porém há apenas indícios concretos a partir do Séc. I a.C.. Passou por algumas transformações no decorrer do tempo, especialmente por estar localizada entre Genebra e Chambéry que foram grandes influenciadoras no desenvolvimento da região entre os sécs. X e XIX.

No séc. XII, devido à constantes conflito com os bispos de Genebra, o condado de Genebra se refugiou em Annecy e a cidade se tornou a capital da região de Genebra.

Na Revolução Francesa tornou-se departamento de Mont Blanc.

No séc. XIX ficou conhecida por “Roma da Saboia” e “Roma dos Alpess” por conta dos reforços religiosos recebidos por várias comunidades religiosas e enfim retornou à região de Sabioa.

III. TURISMO

Indo de trem, eu sugiro a seguinte rota (está em ordem):
annecy_gare2697
De costas para a estação, atravesse a rua para Rue Sommeiller e vá reto até a Rue Président Favre. Até lá você já vai identificar o lado velho da cidade (que eu sugiro começar) e irá se deparar com vistas lindas como estas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

a) Vieille Ville
É o bairro histórico de Annecy. Ande pela Rue Royale e suas ruelas, canais e pontes (que lembram muito Veneza).

Observe cada detalhe de suas construções, tendo em vista que são construções do séc. XII e são edifícios tombados pelo patrimônio histórico francês.

b) Basilique de la Visitation
A Basílica da Visitação é possível enxergar de todos os lugares da cidade. Construída entre 1909 e 1930, é um símbolo do prestígio religioso da cidade.

c) Palais de l’Île

É um edifício fortificado, que em seu início foi uma residência. Depois, na época em que Annecy pertenceu à Genebra, foi uma sede administrativa e por fim, foi utilizado como prisão, inclusive durante a Segunda Guerra Mundial.

Atualmente ele é um museu, o Centro de Interpretação da Arquitetura e do Patrimônio de Annecy. A entrada custa € 3,20 e ele é o cartão postal mais conhecido de Annecy.
Ah, de junho a setembro funciona das 10h30-18h e de outubro a maio das 10h-12h / 14h-17h.
Infelizmente não consegui tirar fotos, pois a fachada externa estava em reforma, então peguei a seguinte foto após pesquisa ao Google para mostrar:

91407127
To vendo que terei que voltar para tirar uma foto dessas!!! Hihihi
d) Lac d’Annecy
É um dos lagos mais limpos do mundo. É o segundo maior lago de França, o primeiro é o Lago de Bourget (também aqui na região de Rhône-Alpes e vizinha de Annecy) que fica na pequenina cidade de Aix-les-Bains – famosa por suas termas e balneários (Se tiverem a oportunidade de conhecer também, fica pertíssimo e dizem que vale a pena).
Voltando ao Lac d’Annecy, foi formado há cerca de 18.000 anos, decorrente de um degelo dos alpes. É alimentado por vários pequenos rios, nascidos nas montanhas próximas e pelo rio Boubioz.

Suas águas escoam pelo rio Thiou e pelo canal de Vassé, que juntos alimentam o rio Fier, que 1500m ao norte de Annecy, se une ao rio Rhône (que passa aqui por Lyon).

Super conhecido pelas suas atividades náuticas, barcos de passeio e biodiversidade.

<

p style=”text-align:justify;”>
e) Jardins de L’Europe

Criado em 1863, fica em frente ao Lago de Annecy. Tem mais 250 árvores e espécies de plantas diferente, entre elas: ginkgo biloba, tulipa e ENORMES sequóias. É uma DELÍCIA ficar sentada num banquinho debaixo do sol vendo a vida passar ou dar uma volta.

<

p style=”text-align:justify;”>

<

p style=”text-align:justify;”>f) Igrejas
Todas estas ficam na região de Vieille Ville. Passei apenas a Eglise Saint-Maurice e a Saint François de Sales e não tirei foto de nenhuma fachada. My bad =(

  • Cathedrale de Saint-Pierre
    Construída entre 1526 e 1935 e era considera uma igreja. Tornou-se uma catedral em 1822. Durante sua existência, foi convento, mosteiro e templo.
  • Eglise Saint François de Sales
    Francisco de Sales, famoso por ter sido bispo de Annecy entre os anos de 1602 e 1622. Seu corpo ficou nesta igreja por muito tempo, mas atualmente está na Basílica da Visitação. Durante a Revolução Francesa, ela se tornou uma fábrica e voltou a ser igreja em 1923. Atualmente tem umas placas que dizem ser um hotel… Não cheguei a entrar.
  • Eglise Saint-Maurice
    A igreja de Saint-Maurice foi construída em 1422. Abriga pinturas medievais e um órgão do século XIX. É feita de pedras e fica no centro de Annecy.

 

Extra:

  • Se tiver um tempinho de sobra vale a pena ir ao Chatêau D’Annecy. Fica um pouco fora de mão, mas dizem que é bem lindino.
    Foi residências dos Condes de Genebra e foi completamente destruído em um incêndio em 27 de Abril de 1340. Foi reconstruído como era antes e atualmente é um museu e há um observatório para os lagos Alpinos.
    Infelizmente, eu não tive tempo de conferir. =(

IV. GASTRONOMIA

Acho válido falar um pouco da gastronomia, pois o local tem várias peculiaridades… Os vinhos da regiao são super famosos e vale a pena experimentar. Também é válido experimentar:

  • Fondue (feito da mesma forma que no Brasil)
  •  Tartiflette (como na minha foto abaixo)
  • Raclette (feito de queijo derretido e é acompanhado por batata cozida e diversos frios).

Fui a um restaurante que fica em Vieille Ville, chamado LES TABLES, existe desde 1646 e é conhecido por fazer pratos tradicionais da região. Funciona todos os dias das 11h45 às 14h15 e das 19h às 23h. Fica na 33 Rue Sainte-claire – Vieille Ville.

Batata com bacon em cubos assada com queijo Reblochon e presunto (creio eu de Parma). Minha mãe comeu uma truta que estava muito boa e meu pai um entrecôte que estava DIVINO!

Para a sobremesa, sugiro um sorvete no PALAIS DES GLACES, fica na 6 Rue Perrière. Eles te vêem parar na sorveteria e já logo oferecem vários sabores, se tiver mais algum que você queira experimentar, pode pedir sem medo de ser feliz! Eles te dão a colherzinha cheia e com um sorriso no rosto.

É uma sorveteria cuja fabricação é a mesma dos sorvetes italianos… Por ter feito intercâmbio para a Itália (com 45 dias de duração) e nesse tempo ter tomado por volta de 50 sorvetes, fiquei bem chatinha e um tanto fresca confesso quando dizem: “Olha, é massa de sorvete italiano!”

MUITO dificilmente é e eu geralmente fico frustrada. Prefiro que digam só que é sorvete, assim eu não faço nenhum tipo de comparação mental e fica tudo bem, aproveito o sorvete pelo simples fato de ser um sorvete. Hahaha
Mas o Palais des Glaces é sorvete italiano MESMO! Muito bom! E super indico! Tem várias outras sorveterias pela rue Perrière que têm o mesmo estilo. Mas não sei dizer se são italianos mesmo ou tipo italiano ou sorvete comum.

O Palais des Glaces funciona de domingo a sexta das 11h à 00h e aos sábados das 11h à 01h.

O meu sorvete é de doce de leite com um leve toque de sal e chocolate. Meu pai comeu um de Ferrero Rocher. Para quem gosta é maravilhoso!

Diquinhas da Bia:

  1. Saindo daqui de Lyon a passagem gira em torno de 54,40 € ida e volta.
  2. O bilhete da para comprar nas estações de trem. Porém, se você optar comprar pela internet, terá que entrar no site da TER (dos trens regionais), pois se entrar no da SNCF ele não irá localizar as passagens de trem e acusará que este trajeto não é possivel ser feito, sendo que é possível sim.
  3. Trem regional se estiver no horário ele é pontualíssimo! Muito cuidado que os trens aqui na França só mostram a plataforma 20 minutos antes de sua partida! Se não ficar atento, a estação for grande, tiver cheio e com muita gente para o mesmo destino, corre o risco de perdê-lo! Então assim que a informação da plataforma for disponibilizada, saia correndo. Hahaha
  4. Uma das festas mais famosas de Annecy é a “Fête du Lac” (festa do lago) que existe desde 1978. Seus fogos de artifícios são famosos em toda a Europa. Acontece no primeiro sábado de agosto.

Annecy dá para conhecer tranquilamente os pontos principais em 1 dia. Estou querendo ir no inverno pois também é famosa por ter boas estações de esqui na região e de fazer um friozinho gostoso entre 3° e -3°! No verão eu também quero, pois a região do lago é chama da de “praia”, onde é possível ir para tomar sol e tomar banhos e mais banhos de… lago! Tem toda a infraestrutura de praia rs

Para mais informações, o site de turismo de Annecy fala um pouquinho sobre a cidade e os eventos que terão por lá nos próximos meses.

Bisous à tous!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s